Integrámos a Aliança dos Parceiros Microsoft em Portugal

A Microsoft anunciou, durante a conferência mundial de parceiros “Inspire 2021”, a Aliança dos Parceiros Microsoft em Portugal. A iniciativa tem como objetivo garantir que todos têm as competências e oportunidades certas para continuar a criar ambientes diversificados, priorizar a sustentabilidade nas decisões de negócios e a desenvolver tecnologias responsáveis e éticas.

Queremos construir um futuro melhor, hoje!

A BOLD, enquanto empresa comprometida com esta temática, não podia deixar de fazer parte desta iniciativa que conta já com 30 parceiros e mais de 20 mil pessoas que se juntaram para contribuir para um futuro mais sustentável para Portugal. 

Os Pilares que regem esta iniciativa estão em linha com a estratégia e valores da Microsoft e do seu ecossistema de parceiros: 

     • Competências digitais: criar awareness para iniciativas de competências digitais para apoiar Portugal na preparação dos desafios do futuro e tirar partido das oportunidades, capacitando os parceiros de novas competências e promovendo iniciativas com as organizações 

     • Inteligência Artificial Ética e Responsável: Adoção de diversas perspetivas, aprendizagem contínua e capacidade de resposta ágil conforme a tecnologia se desenvolve, colocando as pessoas em primeiro lugar. Para que a Inteligência Artificial seja desenvolvida e implementada de forma responsável, é oferecido aos parceiros os princípios de design de IA da Microsoft. 

     • Diversidade e Inclusão: Melhorar a diversidade da força de trabalho tecnológica em Portugal e inclusão com a construção e implementação de soluções acessíveis que capacitem todas as pessoas. Adoção de processos, práticas de recrutamento e promoção inclusivos e o combate à desigualdade racial são alguns dos princípios valorizados. 

     • Sustentabilidade: A tecnologia tem o poder de ajudar a proteger o nosso planeta e a Microsoft está a apoiar os seus parceiros e clientes a reduzir a sua pegada de carbono, em linha com os seus compromissos mundiais – ser carbono negativa até 2030, além de remover todo o carbono que emite desde 1975, e participação no Fundo de inovação climática de 10 mil milhões de dólares.

A Joana Salvado, a nossa Microsfot Partnership Manager escreveu um artigo sobre como a tecnologia pode contribuir para a sustentabilidade e podes lê-lo aqui!

\